Liga realiza formação aberta sobre a prática da extensão

24/04/2020

 

Na última quarta-feira, 22, a Liga Experimental de Comunicação promoveu uma formação aberta baseada na pesquisa do educador Paulo Freire. O foco do encontro teve como orientação o seu estudo em “Extensão ou Comunicação?”, a prática da extensão e a troca de conhecimentos

 

Para a roda de conversa aberta foram convidadas as professoras Bernadete Porto, da Faculdade de Educação da Universidade Federal do Ceará (Faced/UFC), e Lourdes Vicente, do Instituto Federal do Ceará (IFCE) e integrante do Movimento Sem Terra (MST).

 

Em um contexto de pandemia e isolamento social, devido às ações do novo Coronavírus (Covid-19), a realização do encontro foi pela plataforma Google Meet. O ao vivo teve duração de duas horas. A gravação está agora no YouTube e disponível abaixo.

 

Dentre as principais indagações que guiaram o debate, estava a de como realizar o ensino, a pesquisa e a extensão na sociedade atual, além de como fazer com que essa realização promova uma emancipação revolucionária. Os diálogos levaram à conclusão de que essa emancipação deve-se ocorrer por meio da defesa da educação e da troca de saberes, através do diálogo, da comunicação e do aprendizado mútuo.

 

Como Paulo Freire aponta em sua pesquisa sobre o desenvolvimento agrário e a relação dos camponeses com os técnicos da agronomia, esse resultado “demanda um esforço não de extensão, mas de conscientização que, bem-realizado, permite aos indivíduos se apropriarem criticamente da posição que ocupam com os demais no mundo”. Tal reconhecimento de si  faz os indivíduos agentes tornarem-se conscientes na busca pela transformação social, pela educação crítica e dignidade humana.

 

Compartilhar no Facebook
Compartilhar no Twitter
Please reload